quinta-feira, 14 de junho de 2012

Assembleia Geral Ordinária da CGADB- Assembléa de Deus.

No último fim de semana a recente Assembleia Geral Ordinária da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil), realizada nos dias 6 e 8 de junho de 2012 em Alagoas, teve seu efeito cancelado por uma liminar. O motivo para o cancelamento foram supostas denúncias de irregularidade. Depois da afirmação do pastor Samuel Câmara, que afirmou que as pautas da Assembleia Geral não poderiam ser aprovadas sem o mínimo de dois terços de votos favoráveis dos presentes, a CONFRATERES (Convenção Fraternal do Estado do Espírito Santo e outros) que se identifica com a proposta do Pr. Samuel Câmara, conseguiu neste domingo dia 10/06 uma Liminar que anulou a Reforma do Estatuto. No final da Seção da quinta-feira dia 07/06 o Pr. José Wellington aprovou a mudança no Estatuto apesar de intensos protestos que levou a interrupção também pela primeira de uma AGE. Veja o video e tire suas conlusões
.
De acordo com a liminar, emitida pelo juiz Ayrton de Luna Tenório, a Convenção está proibida de registrar a ata da sua assembleia. Segundo o juiz, Segundo a decisão judicial, para realizar uma mudança no estatuto é necessário dois terços do número total dos pastore presentes. Estavam presentes 2262 pastores, sendo que seriam necessários os fotos de 1508 deles para negociar a mudança. Porém apenas no abaixo assinado encaminhado pela CONFRATERES e outras Convenções Estaduais e ou regionais, constam as assinaturas de 796 pastores, o que inviabiliza a reforma estatutária. Além disso, entre os pastores inscritos para votarem a Reforma do Estatuto, estavam presentes somente dois membros da Mesa Diretora (Pr. José Wellington Bezerra da Costa e Pr. José Antônio dos Santos) os outros 11 membros da Mesa Diretora perderam o prazo e não se inscreveram como determinava o Edital de convocação. fonte Gospel+

Veja o que diz a palavra de DEUS:
I CORINTIOS 6:1- Ousa algum de vós, tendo algum negócio contra outro, ir a juízo perante os injustos e não perante os santos? 2Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois, porventura, indignos de julgar as coisas mínimas? 3Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida? 4Então, se tiverdes negócios em juízo, pertencentes a esta vida, pondes na cadeira aos que são de menos estima na igreja? 5Para vos envergonhar o digo: Não há, pois, entre vós sábios, nem mesmo um, que possa julgar entre seus irmãos? 6Mas o irmão vai a juízo com o irmão, e isso perante infiéis. 7Na verdade, é já realmente uma falta entre vós terdes demandas uns contra os outros. Por que não sofreis, antes, a injustiça? Por que não sofreis, antes, o dano?

Não consigo entender quem se diz ser "homem de Deus",não cumprir o que diz a palavra de DEUS mencionada acima,e ainda chamar um seu irmão em Cristo de "cangaceiro" e outras coisa mais,desprezando a sua autoridade espiritual.Por mais errado que SAUL estava DAVI deu o exemplo de respeitar a Autoridade espiritual, não ousou tocar no ungido do SENHOR.

Fica até vergonhoso para para nós quando,quando fatos lamentáveis como este vem denegrir o nome da denominação.Quando eles falam:-Vocês são da "ASSEMBLÉIA DE DEUS...DE DEUS?.

E com pesar que uso este espaço destinado a estudos bíblicos para reportar esta vergonha!
Fica uma pergunta no ar:-Se a proposta não era de interesse politico eclesiástico diga de passagem as "eleições da convenção em 2013",o porque de tanto tumulto e não aprovação das pautas apresentadas e de sua aprovação,que pelo visto visava o posicionamento da igreja em vista aos fatos que a afetam diretamente na sociedade.

E o porque levar aos ímpios um assunto nosso, do povo de Deus?.

-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário: