quarta-feira, 25 de julho de 2012

Parabéns minha querida São José dos Campos por seus 245 anos!


Tenho muito o que falar desta linda cidade que me acolheu com os braços abertos em 1962, vindo como muitos outros residir nesta cidade. Como o seu brazão diz:"TERRA GENEROSA", foi muito generosa em nos acolher como um filho daqui.Por isto amo a cidade que me adotou, onde nasceram, meus filhos e netos.Por isto digo parabéns minha querida São José, eu te amo!

Recordo  com muitas saudades da minha casa na Rua Claudino Pinto n 85 no Centro..., e também morei na Rua Major Antonio Domingues...e Manoel Borba Gato a que beirava o banhado.A Rua Claudino Pinto era perto da " Linha Velha".

No Banhado dava até para pescar nas valas das nascentes de água, que nesta época ainda existiam, os arvoredos e a plantação de arroz.Como era bonito o Banhado.Tenho muitas saudades foram tempos maravilhosa de minha adolescência.

a Festa do Bicentenário foi muito linda ali na praça Afonso Pena, em frente ao antigo edificio Cinelândia o único da cidade, onde funcionava o Cine Palácio.


Antiga Praça Afonso Pena e Edificio Cinelândia


Banhado
Vista noturna do Anel viário

Anel Viário


Anel Viáro Jd Aquarios.

Frota de Onibus no Anel Viário Jd Aquarios




quarta-feira, 18 de julho de 2012

Atleta De Cristo Gustavo - Conhecido como o "Monstro;Brilha na França e faz parte da história do Rugby de São José dos Campos.


Luiz Gustavo Vieira, atleta da equipe juvenil do São José Rugby formado pelo Projeto Rugby Social, foi contratado pela equipe juvenil do F. C. Grenoble, da França. Segundo a Prefeitura de São José dos Campos, Luiz Gustavo (também conhecido como “Monstro”) é o primeiro atleta juvenil brasileiro a ser contratado por um clube francês de Rugby, tornando-se profissional naquele país. O São José Rugby e o Projeto Rugby Social são apoiados pela CCR NovaDutra.

Este blog sempre teve como objetivo divulgar as coisas concernente a obra de Deus;e a divulgação deste feito alcançado pelo Gustavo é digno de um comentário deste que foi seu pastor e sempre oramos por ele para que seus sonhos fossem realizados.

Sua mãe Angelita e sua vó, carinhosamente chamada de Toninha sempre esteve junto com ele não só na igreja,mas em todos os momentos difíceis os quais ele passou e venceu com a ajuda destas mulheres "guerreiras" que sempre lutaram para ensinar ao Gustavo a ser um homem honesto,com um caráter de um verdadeiro Cristão.
Há de se ressaltar o incetivo dado por seu tio Maciel e sua tia Marilúcia.

Recordo com carinho quando Gustavo cantava no Grupo de Adolescentes,
e e se destacava não só pela sua estatura física mas pela sua humildade e obediência a Deus e o respeito ao seu pastor.

Quando ele jogava Rugby no São José ele era o "Monstro",mas no Volei ele tinha um amigo;o "Zezão" que dava um show nele (risos).

Morador do bairro Jardim das Indústrias, “Monstro” iniciou-se no rugby aos 14 anos, após ser descoberto pelo decano do rugby no Vale do Paraíba, Ange Guimerá, ex-presidente do São José Rugby e grande incentivador do Projeto Rugby Social.
“Vi o Luiz Gustavo em um supermercado perto de casa. Ele estava carregando umas caixas e vi seu porte físico dentro do Rugby. Foi quando o convidei para fazer um teste. Ele foi, se destacou e hoje conquistou um feito inédito no país”, comentou Ange Guimerá, emocionado.

Para o ex-presidente do São José Rugby essa foi uma das maiores conquistas pessoais dele como incentivador do esporte na cidade.
“Tudo que sou hoje é graças ao Rugby e essa conquista é resultado de todo o trabalho que há anos desenvolvemos na cidade. Isso é o reconhecimento do talento que temos e primamos aqui com as categorias de base”, salientou Guimerá.

O Projeto Rugby Social é desenvolvido há vários anos pelo São José Rugby com incentivo fiscal do Município, em parceria com a CCR NovaDutra. Em 2011, o Rugby passou a integrar, também, o Programa Atleta Cidadão, mantido pela Prefeitura com apoio da CCR NovaDutra.

Programa Atleta Cidadão – Criado no ano de 1999, o Atleta Cidadão tem objetivo de formar e preparar atletas e cidadãos por meio do esporte. Atualmente, atende 1.140 crianças e adolescentes entre sete e 17 anos, em 13 modalidades esportivas (atletismo, basquete, futsal, futebol, ginástica artística, handebol, judô, karatê, taekwondo, tênis, natação, rúgbi e vôlei).

As equipes do Atleta Cidadão são mantidas pela Prefeitura de São José dos Campos e tem como parceiras através da Lei de Incentivo Fiscal (LIF) as empresas, Heatcraft, Uniodonto e CCR NovaDutra.

Quero ressaltar o apoio que a Prefeitura de São José dos Campos tem dado ao esporte amador de nossa cidade.

Ao Gustavo desejo que ele continue sempre temente a Deus;nunca esquecendo que a honra e Gloria seja para o SENHOR JESUS!
E diga sempre:"Posso todas as coisas naquele que me fortalece".

domingo, 8 de julho de 2012

Parque Natural Do Banhado em São José dos Campos

Foi lançado dia 28 de Junho pela Prefeitura de São José dos Campos,depois de seis anos de estudos, o Parque Natural do Banhado.


 Ainda que a previsão para implantação do parque esteja prevista para 2015 e a que o atual governo não possa dar inicio ou até não concluir o projeto,uma coisa é certa "antes tarde do que nunca",pelo menos estará acontecendo a retirada da ultima favela do centro de São José dos Campos. 


Ainda é tempo para salvar um dos mais belos lugares de nossa cidade;esta linda paisagem que ainda temos, mas que esta sendo devastada pelo uso desordenado deste lugar que eu conheci desde criança,com saudades eu recordo quando pescava traíras,carás e lambaris  nos coregos que lá existiam. 

O novo título de ‘unidade de conservação e proteção integral’,concedido  ao Banhado tem como objetivo agilizar,a retirada das 284 famílias que moram no local. (As unidades de proteção integral não podem ser habitadas pelo homem, sendo admitido apenas o uso indireto dos seus recursos naturais - em atividades como pesquisa científica e turismo ecológico, por exemplo. ) 


Com o novo título, a prefeitura também terá acesso à verba de R$ 9 milhões paga pela Revap (Refinaria Henrique Lage) como compensação ambiental das obras de modernização. “Esta lei proíbe moradias no Banhado, mas muito ainda precisa ser feito. 


É preciso que os futuros gestores levem a sério este projeto”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, André Miragaia.


O evento de lançamento do parque que ocorreu dia 28 de junho no Parque da Cidade e teve a participação de cerca de 50 pessoas, incluindo o prefeito Cury, vereadores e ambientalistas.


De acordo com a proposta da prefeitura, o novo parque terá 1,515 milhão de metros quadrados --uma faixa contínua que se estende da ponta final da avenida Borba Gato, no Jardim Esplanada, região central, até as proximidades do Altos de Santana, na zona norte. 


Ao todo, a concha do Banhado possui 5,1 milhões de metros quadrados. 

A secretária de Habitação, Irene Marttinen, afirmou que negociações com famílias só devem começar em 2013. Segundo ela, ainda será preciso fazer novo recadastramento das famílias, já que o último é de 2008.
“Vamos oferecer diferentes modalidades de transferências às famílias, como aluguel social e indenização por benfeitorias. Quem desejar também poderá ir para conjuntos habitacionais”, disse Irene. 
Segundo ela, entre as casas populares que serão oferecidas para as famílias estão as 744 que serão erguidas no Jaguari, na zona norte da cidade.


A secretária afirmou que o projeto de remoção das famílias está sendo feito junto com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).
Jeferson Rocha de Oliveira, membro do Consema (Conselho Estadual do Meio Ambiente), afirmou que o tempo de conclusão do projeto não é o mais importante. 


“O principal é que a prefeitura conseguiu garantir a preservação do Banhado”.De acordo com a proposta da prefeitura, o novo parque terá 1,515 milhão de metros quadrados --uma faixa contínua que se estende da ponta final da avenida Borba Gato, no Jardim Esplanada, região central, até as proximidades do Altos de Santana, na zona norte. 


Ao todo, a concha do Banhado possui 5,1 milhões de metros quadrados.


Logico que isto demanda uma politica habitacional responsável por parte dos atuais e futuros mandatários de nossa querida cidade,que não merece ser vituperada com danças sarcásticas em pleno congresso nacional como já aconteceu num passado recente não nos esqueçamos,nossa cidade não merece isto.


Esperamos que se dê continuidade a este projeto; que não se torne mais um projeto esquecido nas gavetas dos políticos joseenses que nunca tiveram a coragem de fazer algo,com o nosso mais lindo cartão postal; a "orla do banhado". Devolva-nos o banhado então como o nosso "Parque Natural do Banhado".










segunda-feira, 2 de julho de 2012

Aumentou o número de Evangélicos no Brasil na ultima década.


Apesar do Censo(IBGE)mostrarem o crescimento significativo da população tida como evangélica no Brasil;ainda falta muito para se fazer em prol do reino de Deus,não da para se envaidecer por isto.Nações como o Estados Unidos Da América e outras são maiorias evangélicas, mas são em algumas áreas exemplos a não ser seguidos;o mundanismo e aprovações de leis que são contrarias a Bíblia,mas que são aprovadas por motivos políticos, tais como legalização do aborto e casamento de pessoas do mesmo sexo.Sem contar a frieza espiritual em muitas destas nações que já foram berços do evangelho inclusive para nós brasileiros, hoje estão em decadência espiritual,que em nada se lembra os grandes avivamentos que aconteceram nos tempos de Daniel Berg e Gunnar Vingren,quando o chamado movimento pentecostal chegou ao Brasil em 1911. Damos sim graças a Deus pela comemoração do primeiro ano do Centenário das Assembléia de Deus no Brasil,mas ainda temos que alcançar a verdadeira unidade da igreja,deixar de lado as vaidades pessoais do poder eclesiástico e atender as reais necessidades do povo de Deus. É tempo de exportarmos o modelo de crescimento das nossas igrejas que sempre foram o evangelismo pessoal e os culto nas casas.Infelizmente é que em alguns lugares do nosso país deixaram de se realizarem estes trabalhos evangelísticos e que sempre deram resultados,e importamos muitos movimentos pentecostais que em nada se lembra do verdadeiro movimento que estes grandes homens de Deus nos trouxeram. Vamos orar a Deus para que o crescimento numérico da população evangélica seja também de ordem espiritual. O Censo revelou uma mudança no perfil religioso dos brasileiros. O número de evangélicos aumentou 61% entre os anos 2000 e 2010, mas os católicos seguem sendo maioria no país. Apesar disso, o número de fiéis diminuiu na última década. Em 2010, eram 123,3 milhões de católicos apostólicos romanos, 1,7 milhão a menos do que no ano 2000. A proporção caiu de 73,6% para 64,6% da população. Em 1970, eram quase 92%. “A igreja não acompanhou os seus migrantes, não acompanhou o seu povo. A igreja tem que sair um pouco dos seus muros, das suas igrejas, tem que abrir janela, porta e ir onde está o povo de Deus”, opina o membro do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento/CNBB Thierry Lineard. Os evangélicos, por outro lado, foram os que mais cresceram. Passaram de 15,4% para 22,2% da população. Em dez anos, as diferentes igrejas evangélicas conquistaram 16 milhões de fiéis. Hoje são mais de 42 milhões. “Nós abordamos as pessoas, as suas casas, os logradouros públicos. Procuramos trabalhar na evangelização homem a homem, por assim dizer. Um trabalho de evangelismo pessoal”, conta o presidente da Convenção Geral das Assembléias de Deus, José Wellington Bezerra da Costa.