sábado, 17 de novembro de 2012

O ZÉ DIRCEU É DE +DE 10 ANOS E 10 MESES DE CADEIA - "PT 13" AGORA É 10 ANOS DE XILINDRÓ.


A Executiva Nacional do PT divulgou nesta quarta-feira um manifesto, tramado há semanas pela cúpula, criticando as sentenças impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ao trio formado por José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares, que comandou o partido durante a montagem do maior esquema de corrupção já organizado num governo brasileiro. “O STF não garantiu ampla defesa e indícios foram transformados em provas”, disse o presidente da sigla, Rui Falcão.
O documento manifesta a choradeira do Partido dos trabalhadores em face da condenação dos seus partidários.
Agora não adianta jogar a culpa no STF,dizendo que foi um julgamento politico,."sob intensa pressão da mídia conservadora, cujos veículos cumprem um papel de oposição ao governo e propagam a repulsa de uma certa elite ao PT, ministros do STF confirmaram condenações anunciadas, anteciparam votos à imprensa, pronunciaram-se fora dos autos e, por fim, imiscuíram-se em áreas reservadas ao Legislativo e ao Executivo, ferindo assim a independência entre os poderes."
Mas diante de tudo fico com as palavras do Exelentissímo  Juiz Celso de Melo:"Trata-se de uma quadrilha de assaltantes dos cofres publícos, marginais do poder". 
Esperamos que eles vão para o lugar que eles merecem...cadeia!
Os ministros do Supremo foi indicação do Próprio governo petista, então pra que reclamar agora?. Ou queriam eles que todos votassem como os Exelentissímos Juizes; Lewandowisk e Dias Toffili, o qual  dize:" eles não merecem serem presos".
O documento, dividido em cinco itens, destaca que o Supremo Tribunal Federal "não garantiu o amplo direito de defesa (dos réus), deu valor de provas a indícios e transformou indícios em provas". A cúpula petista criticou também o uso da teoria do domínio do fato para a condenação dos réus. Isso, de acordo com o PT, gera o risco de insegurança jurídica.
Em coletiva de imprensa, o presidente nacional da sigla, Rui Falcão, disse que a maioria dos ministros do STF foi indicada pelo presidente Lula. "Diziam que era partidarização do STF. A partidarização foi a maneira que (o julgamento) foi usado nas eleições", criticou. Indagado se o julgamento não contribuía, de alguma maneira, para a democracia do País, Falcão disse: "Nós temos o direito de criticar", lembrando que o próprio governo do PT não interferiu para que o julgamento não se realizasse.
O presidente nacional do PT disse, ainda, que a legenda não vai ajudar os réus a pagar as multas impostas na condenação do STF. Porém, argumentou que o partido não irá impedir manifestações de filiados em favor dos condenados. "Tem toda uma legislação partidária que nos impede de dar essa ajuda, mas não vamos interferir nas manifestações (de ajuda) pessoais."
Eles irão fazer a "caixinha de natal" para ajuda do pagamento da multa!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário: